Blog

Acompanhe nossos conteúdos e saiba tudo sobre Gestão Escolar, relacionamento escola/pais/alunos, uso da tecnologia na educação, entre outros temas.

Compartilhe

Conheça estratégias para combater a evasão escolar

Escrito por Hillary Moraes

Conheça estratégias para combater a evasão escolar

A evasão escolar se caracteriza pelo abandono dos estudos por parte dos alunos que deixam de frequentar a instituição de ensino por qualquer que seja o motivo. Esse fenômeno pode ser causado por uma ampla gama de fatores, sendo que as causas variam conforme o nível de ensino.

Ainda que mais comum nas escolas públicas, a evasão também ocorre nas particulares. Por isso, neste artigo falaremos sobre a evasão escolar, suas causas e algumas dicas estratégicas para combater o problema.

Leia também: 7 dicas para atrair mais matrículas

O cenário brasileiro

Segundo dados levantados pelo PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), o Brasil possui a terceira maior taxa de evasão escolar entre os 100 países de maior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). A etapa da educação com maior índice de evasão no país é o Ensino Médio, com 11,2% de alunos fora da escola.

Em determinadas situações socioeconômicas do país o índice de evasão escolar aumenta, como é o caso da crise causada pela COVID-19. Segundo relatório do UNICEF, a evasão escolar aumentou durante a pandemia. As maiores causas, nesse caso, se referem a dificuldade de acesso à internet e problemas econômicos.

Censo escolar: veja como automatizar o envio de dados da sua instituição

As principais causas

Uma instituição de ensino é responsável por manter um ambiente de aprendizagem seguro e se comunicar com os alunos e responsáveis sobre qualquer assunto relacionado ao meio escolar.

As razões mais comuns que fazem a escola ser a própria responsável pela evasão incluem: necessidades não atendidas, dificuldades de aprendizagem ignoradas e clima escolar inadequado devido a relacionamentos ruins entre alunos e seus colegas, professores, coordenadores e demais agentes da educação.

Muitas vezes os motivos de crianças e adolescentes saírem da escola podem estar ligados com a dinâmica familiar, como dificuldades financeiras, falta de acesso à transporte escolar ou ausência de algum responsável para levar a criança, substituição da escola pelo trabalho para ajudar a família, gravidez na adolescência e até mesmo casos mais graves de abusos ou negligência familiar.

Outros fatores que causam a evasão escolar na juventude são relacionados a notas baixas, reprovações, depressão, ansiedade ou outros distúrbios, desinteresse pelos estudos e bullying.

Essas são causas comuns que atingem tanto alunos da rede pública de ensino quanto da privada. Ao mapear esses desafios, as instituições de ensino devem elaborar estratégias que podem ajudar os alunos a permanecerem estudando, se concentrando em melhorar a experiência do aluno. Confira a seguir algumas estratégias interessantes para sua escola colocar em prática.

Saiba quais são e como analisar os principais indicadores de qualidade na educação

6 estratégias de combate à evasão escolar

1. Monitorar a frequência do aluno

É controlando a presença dos estudantes através de chamadas diárias que a escola se mantém ciente da situação de cada aluno. Sem o monitoramento da frequência, a instituição perde o controle de informações cruciais para o desenvolvimento da aprendizagem em sala de aula.

Quando o acompanhamento aponta que o aluno está faltando muito, a instituição de ensino pode abordá-lo (ou a família) para descobrir o que está causando o problema.

2. Propor novas práticas pedagógicas

Muitas vezes o desinteresse do aluno pode ser causado por práticas na sala de aula que não chamam a atenção o suficiente para envolvê-lo no processo de aprendizagem.

A instituição pode melhorar isso oferecendo novos métodos de ensino como as metodologias ativas de aprendizagem. A aprendizagem ativa abrange estratégias de ensino que trazem mais autonomia para os alunos, os envolvendo em novas maneiras de absorver conhecimento.

3. Manter uma comunicação eficiente

O envolvimento direto dos pais e alunos com os assuntos da vida escolar tem um efeito positivo no desempenho dos estudantes. Isso ocorre porque uma comunicação eficiente é responsável por manter todos informados, reduzindo as chances de mal-entendidos causados por ruídos na comunicação.

É mais fácil conciliar forças para resolver possíveis problemas de aprendizagem enfrentados pelo aluno quando seus responsáveis estão cientes de tudo o que acontece na escola. Além disso, os próprios alunos se sentem mais motivados quando a instituição mantém um relacionamento próximo com eles.

Outro ponto importante é fortalecer o vínculo com a comunidade escolar coletando feedbacks, tratando como prioridade a satisfação dos alunos e pais com a instituição de ensino.

4. Investir em tecnologia

A tecnologia educacional vem ganhando cada vez mais destaque devido a todos os seus benefícios, sendo utilizada nas escolas como aliada no processo de ensino ao complementar técnicas tradicionais.

Além de usar a inovação em sala de aula, como atividades gamificadas através de jogos interativos online, a tecnologia educacional também é o caminho para fortalecer a relação com a comunidade escolar. Instituições de ensino que investem em tecnologia podem desfrutar de diversas vantagens como a melhoria da comunicação escolar e otimização de processos que colaboram para aumentar a satisfação dos alunos e responsáveis.

5. Oferecer aconselhamento acadêmico

Com o aumento dos problemas de saúde mental entre estudantes, é vital que as instituições de ensino ofereçam um ambiente seguro que ampare os alunos. É necessário avaliar o clima escolar, verificando o que pode melhorar para que o ambiente seja ainda mais agradável.

Ademais, é importante oferecer aconselhamento acadêmico para os alunos que têm mostrado dificuldades no processo de aprendizagem, aprofundando os motivos e trabalhando para resolvê-los. Esse aconselhamento faz parte da assistência psicológica que é algo essencial a ser oferecido pela escola.

Ações de apoio evidenciam que a instituição de ensino se preocupa com seus alunos. Essa abordagem faz com que os alunos se sintam ainda mais valorizados, o que faz toda a diferença para uma pessoa que está passando por momentos difíceis.

6.Conceder condições como bolsas de estudo

As instituições de ensino privadas podem contar com um programa de bolsas de estudo para contemplar estudantes durante todo o seu período escolar. É uma ótima forma de reduzir a evasão causada por motivos financeiros. Afinal, quando um aluno passa por um processo seletivo que o garante uma bolsa, a motivação para continuar tendo o desconto em uma ótima instituição de ensino é essencial para manter o foco nos estudos.

Portanto, a evasão escolar é um problema sério que pode ter seu índice minimizado quando as instituições de ensino optam por tomar algumas medidas de prevenção e cuidado. Espero que esse post tenha te ajudado a pensar em formas de continuar melhorando o índice de retenção de alunos em sua instituição.

É importante lembrar que um sistema de gestão escolar - com benefícios como o aprimoramento da comunicação escolar - te ajuda nesse processo. Que tal solicitar uma demonstração gratuita do iScholar?

Gostou desse blogpost? Compartilhe com quem você acha que pode se interessar!

Facebook | Instagram

Até a próxima!